Prefeitura de São Paulo remaneja mais recursos destinados à mobilidade

Em relação aos corredores, foram mais R$ 20 milhões, totalizando R$ 736 milhões desde o início da gestão Doria. Terminas terão transferidos para outras áreas a partir de hoje, mais R$ 20 milhões e intervenções para mobilidade deverão ceder mais R$ 40 milhões

Segundo notícia do Diário do Transporte, recursos que seriam destinados para reforma e expansão dos terminais de ônibus também estão sendo remanejados para outros fins pela gestão do prefeito de São Paulo, João Doria. Somente nesta quinta-feira, 29 de março de 2018, por meio do decreto 58.165, foi autorizada a transferência de R$ 20 milhões que seriam para ampliar os terminais atuais e criar novos espaços. Mas não foi somente verba dos terminais que será destinada para outras ações da prefeitura.

Intervenções gerais de mobilidade urbana perderam R$ 40 milhões neste novo remanejamento e os corredores de ônibus continuam cedendo dinheiro para outras ações da gestão Doria. Desta vez, foram remanejados dos corredores mais R$ 20 milhões, dos quais R$ 10 milhões de pagamentos e mais R$ 10 milhões de obras e instalações. Assim, com este novo remanejamento, os projetos de corredores de ônibus tiveram transferidos desde o início da gestão Doria, R$ 736 milhões. Até ontem, eram R$ 716 milhões.

*conteúdo originalmente publicado no Diário do Transporte em 29/03/2018