Nota de resposta da Rumo

Em relação a matéria “Prefeito de Morretes critica o descaso da Rumo com a cidade”, publicado nesta sexta-feira no site Sobre Trilhos, a Rumo esclarece que este tema não foi objeto da Audiência Pública realizada no último sábado (dia 03/03), ao contrário do que a coluna dá a entender.

Naquela ocasião, todos os temas da audiência pública que foi convocada pelo Ministério Público do Paraná foram devidamente esclarecidos pela concessionária. Ao sugerir que a empresa teria obrigação de manter o trem turístico circulando diariamente como forma de “contrapartida”,  destacamos que não há de se falar em contrapartida, tendo em vista que a empresa cumpre todas as normas que regulamentam o transporte ferroviário de cargas.

Além disso, a alteração no calendário de circulação do trem de passageiros operado pela empresa Serra Verde Express ocorreu devido ao encerramento do contrato firmado entre ela e a União Federal em 1997. O novo calendário foi estabelecido por meio de um contrato de operação específico (COE), firmado em comum e total acordo entre a Serra Verde, Rumo e ANTT.

É importante ressaltar que o novo contrato busca viabilizar tanto o desenvolvimento do turismo na região quanto o crescimento da demanda de cargas. Dessa forma, destacamos que permaneceu inalterada a circulação do trem de passageiros durante a alta temporada, finais de semana e feriados.

fonte: Assessoria de Imprensa da Rumo