Trensurb e prefeitura de Sapucaia firmam convênio para fiscalização de comércio no entorno das estações 

Na tarde desta quarta-feira (28) foi assinado um acordo de mútua cooperação entre a Trensurb e a Prefeitura Municipal de Sapucaia do Sul. O convênio tem por objetivo a colaboração para que sejam diminuídas as práticas comerciais ilícitas e a preservação da segurança do usuário do transporte metroviário, tendo em vista, principalmente, o interior das composições, as áreas de passarela de acesso às estações e transposições de vias. O documento foi assinado no Centro Administrativo Municipal de Sapucaia.

De acordo com o diretor-presidente da Trensurb, David Borille, ”esse é o ponto de partida para buscar soluções conjuntas que ajudam a melhorar a vida das pessoas que circulam na Trensurb e no seu entorno”. Para Luiz Rogério Link, prefeito de Sapucaia do Sul, ”a assinatura do termo de acordo era algo muito aguardado pela administração municipal”. O superintendente Comercial da Trensurb, Euclides Heron Coimbra Reis, presente no ato de assinatura afirmou que “essa iniciativa busca melhorar a mobilidade das pessoas e qualificar as áreas com potencial comercial, de forma organizada”.

trensurb-acordo-comércio-metrô-sobretrilhos

O próximo passo agora será a criação de um grupo de trabalho com a função de gerir as ações que dizem respeito ao termo de cooperação buscando coibir as práticas irregulares de comércio tanto nos trens quanto nas passarelas e entorno das estações. O grupo irá reunir seis integrantes, sendo três representantes da Trensurb e três e da prefeitura municipal de Sapucaia do Sul.

As etapas para a execução dos objetivos do termo de Cooperação serão as seguintes: levantamento técnico e projeto de atuação, na qual será decidida o número de funcionários que integrará cada operação; os dias em que essas operações ocorrerão e o modus operandi da abordagem dos envolvidos; diagnóstico da situação atual do comércio ilegal, através de levantamento qualitativo e quantitativo e identificação das áreas de maior demanda operacional; campanha de conscientização, através do diálogo com os ambulantes não autorizados e publicidade organizacional, no intuito de desencorajar novas adesões ao comércio ilegal; apreensão de mercadorias, bem como sua destinação aos depósitos sob responsabilidade dos fiscais municipais; e, ainda, catalogação dos ambulantes não autorizados.

Também participaram do ato de assinatura o secretário municipal de Indústria, Comércio, Agricultura e Abastecimento, Reinaldo Maldaner; pela Trensurb também estiveram presentes: a gerente Comercial, Rita Sironi; o assessor executivo, Felipe Leiria de Vasconcellos; e o assessor Gilberto Arion Batista.

*fonte: assessoria Trensurb – foto: Wellington Marques